Mulher é expulsa de refúgio na Índia porque mostrou “tendências lésbicas”

0
73

Um “lar para cuidar de mulheres” expulsou uma mulher de 19 anos porque suspeitava que ela era lésbica. “Sree Chitra Home for Destitute and Infirm” é uma organização de caridade na Índia que abriga mulheres de todas as idades. A entidade promove cursos de formação profissional e escolaridade para mulheres. De acordo com o site da instituição, “a maioria das meninas/mulheres é casada com os parceiros certos encontrados pelas autoridades”.

Mas uma garota de vinte anos – conhecida apenas como Shilpa – não teve tanta sorte depois de ter sido expulsa da casa em junho. Ela afirmou que foi jogada fora por suas “tendências lésbicas”.

A ativista trans Syama S.Prabha.

“No momento, eu tenho que viajar todo o caminho da minha casa para prosseguir a minha educação na cidade”, disse Shilpa ao site de notícias indiano “Deccan Chronicle”. “Embora a administração me dissesse que estava sendo expulsa por minhas tendências lésbicas, oficialmente disseram que a razão era a minha falta de indisciplina”.  O caso de Shilpa só veio à luz depois que a ativista trans Syama S.Prabha pegou o seu caso.

(continua abaixo)

Vídeo novo:




(continua abaixo)

Vídeo novo:




Prabha ajudou Shilpa a apresentar uma queixa formal à Autoridade de Serviços Jurídicos Distritais do Estado (DLSA) e à Comissão Juvenil do Estado de Kerala. A DLSA tomou seu caso, mas teve problemas para perseguir a ação contra a organização. Representantes do “Sree Chitra Home” falharam em vários procedimentos sobre o caso. Prabha argumentou que esta era um estratagema deliberado da “casa” para atrasar o processo.
O Sree Chitra Home não respondeu aos pedidos de mídia para comentários.

Prabha, a estrela

O caso de Shilpa foi capaz de chamar a atenção da mídia graças a fama e credibilidade de Prabha.
Junto com o vice-presidente do grupo de Defesa Trans Queer Rhythm, Prabha foi a primeira âncora de TV trans na Índia.
Ela hospeda o show, Marivil Pole Manasiger, que é show de estilo de talk show que destaca questões em torno de comunidades marginalizadas.

Veja também:

 

Comentários: